27 de janeiro de 2020

Carne: Exportações aceleram em 2020

As exportações brasileiras de carne estão acelerando em 2020, segundo a Federação da Agricultura do Estado de Santa Catarina (Faesc), maior exportador de carne de frango do País. De acordo com José Zeferino Pedrozo, presidente da entidade, existe, no entanto, uma necessidade de assegurar o abastecimento de milho.

Leia mais: China voltará a puxar exportações brasileiras de carnes em 2020

“Não há dúvidas de que o ano será excelente para exportação das carnes brasileiras. Porém, vamos precisar de muito milho e este grão estará mais caro em 2020 em razão do comportamento do clima e de outros fatores”, disse Pedrozo, em nota. Segundo ele, Santa Catarina é a maior importadora de milho entre todas as unidades da Federação.

O portal especializado da CarneTec Brasil, afirmou que, por conta das volumosas exportações – mais de 40 milhões de toneladas foram enviadas ao exterior no ano passado –, da seca no Sul e do atraso no plantio, é possível que falte milho neste ano. “O cenário é preocupante porque, da demanda total, 96% destinam-se à nutrição animal, principalmente dos plantéis de aves e suínos”, afirmou o dirigente.

“O mercado interno ficará dependente da segunda safra (a safrinha), a ser colhida em julho, que responde por 70% da produção total de milho. A safra dependerá totalmente do clima e, se as chuvas não forem suficientes, o quadro de oferta e demanda ficará extremamente desequilibrado. Segundo Pedrozo, a agroindústria espera que a segunda safra de milho garanta o abastecimento no segundo semestre, regularizando o cenário de oferta”, indica o portal.

Para finalizar, o Fundo Monetário Internacional (FMI) revisou para cima a previsão de crescimento do Brasil para 2020, de 2% para 2,2%, ao atualizar o documento Perspectivas Econômicas Mundiais.

Fonte: Agro Link

27 de janeiro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *